Traumas na infância - Move Mind
Ligue:
11 3995-8855

Traumas na infância

 É certo que enquanto adultos somos o acúmulo de todas as experiências que já vivemos ao longo da nossa trajetória. Tem uma etapa da vida que é crucial nessa jornada: a infância. Tudo que vivemos durante essa fase reflete e reverbera em nossos comportamentos. por isso é tão importante cuidarmos para que as crianças […]

janeiro 17, 2019
Michele Lopes

É certo que enquanto adultos somos o acúmulo de todas as experiências que já vivemos ao longo da nossa trajetória.

Tem uma etapa da vida que é crucial nessa jornada: a infância. Tudo que vivemos durante essa fase reflete e reverbera em nossos comportamentos. por isso é tão importante cuidarmos para que as crianças tenham uma infância saudável fisicamente, intelectualmente, emocionalmente e espiritualmente, isentando-as ao máximo de traumas, para que elas possam se tornar adultos fortes, corajosos, sem fraturas emocionais que os prejudiquem.

Como nem todas as nossas experiências são positivas, hoje vamos falar sobre as consequências de traumas causados na infância. Como curar esses traumas e ter uma vida adulta saudável? Como cuidar da nossa criança interior? A qual, de alguma forma ainda esta machucada dentro de mim.

A infância é tão importante porque é nela que captamos, às vezes sem perceber, valores importantes e que influenciarão nas nossas atitudes. Por isso, a psicologia por vezes vai buscar profundamente os acontecimentos da nossa história, as respostas para algumas das nossas práticas enquanto adultos, as vezes essas atitudes são resultados de traumas que vivemos quando pequenos.

Como por exemplo: uma pessoa compulsiva, ou seja, que não tem auto controle, o start pode ter sido na infância, por vários motivos, como ter vivido de forma precária ou restrita onde tinha desejos e vontades não supridas, e aí, na fase adulta essa pessoa acredita que pode tudo o que quiser, então ela não coloca limite a si mesmo, porque a sua mente dá um comando dizendo, você tem direito, hoje você pode. Não que não possa, porém, nesse caso vai para os extremos, não compreendendo que amanhã ela poderá novamente e que não necessariamente ter que ser tudo no hoje, no agora.

Outros exemplos como: medo de falar em público, agressividade, baixa autoestima e dificuldade de se relacionar são muito comuns, dificuldade de demonstrar suas emoções e sentimentos, fobias. Tudo isso pode ser resultado de traumas.

Mas calma, você pode reverter e mudar os efeitos desses traumas.

Primeiro de tudo é entender que às vezes é necessário buscar ajuda profissional. Nem tudo conseguimos sozinhos, não se sinta anormal, todos nós temos os nossos traumas, ninguém esta isento, uma vez que somos seres humanos. Dentro dessa ajuda profissional, tem várias opções como: terapia, meditação, técnicas de coaching e cursos como o ressignificar que trabalha a sua inteligência emocional, você escolhe aquele que se sentir mais confortável.

Além disso, outras dicas importantes são: autoconhecimento sempre, aceitar-se, identificar os sentimentos, saber se ouvir, respeitar os seus limites, e acima de tudo, se amar.

Os traumas nos atrapalham na nossa relação conosco, com o outro e com o mundo. Então, busque ajuda e viva uma vida plena, ressignificando o que for preciso.

Sua mensagem foi enviada com sucesso!
Oops! Algo deu errado no envio da sua mensagem.
"Estar alinhado a seu propósito é estabelecer uma conexão direta com o controle do seu futuro."

Michele Lopes
Siga-nos:
Curta nossa página:
Siga: